JOÃO LISBOA - Prefeito não conversa a mesma língua dos Professores, e olha que o gestor é Professor e em palanque, prometeu ajudar os professores e população em geral. - REMOCIF

REMOCIF

POLITICA E ENTRETENIMENTO


Ultimas Noticias

Publicidade

Post Top Ad

quinta-feira, 28 de março de 2019

JOÃO LISBOA - Prefeito não conversa a mesma língua dos Professores, e olha que o gestor é Professor e em palanque, prometeu ajudar os professores e população em geral.


FOTO: DIVULGAÇÃO  (SINDICATO DOS PROFESSORES E SERVIDORES DA EDUCAÇÃO DE JOÃO LISBOA.)


O blog, recebeu informações que nesta quarta feira, após assembleia, não foram aceita a proposta do Prefeito Jairo Madeira, para com os servidores da Educação.

Segue abaixo, nota emitida por um professor, no qual o blog foi noticiado.


Trabalhadores da Educação de João Lisboa, rejeitam contraproposta de reajuste da Prefeitura, e podem até entrar em greve.



Em Assembleia Geral realizada nesta quarta-feira (27), os trabalhadores da educação (professores, coordenadores, vigias, merendeiras, zeladoras, secretários de escolas...), rejeitaram a contraproposta da Prefeitura que trata do reajuste de salário da categoria, conforme data base que é o mês de abril. A proposta inicial da Categoria enviada ao gabinete do prefeito Jairo Madeira (PSDB), que era de 12% de reajuste sobre o salário-base e os demais benefícios, não foi acordada na última “sentada de negociação” entre SINTEEJOL e Prefeitura. Pra decepção dos trabalhadores, o prefeito alegando falta de recursos do FUNDEB, disse que só pode conceder 3,5% sobre os salários dos servidores. No entanto, em Assembleia Geral realizada nessa manhã, na sede do sindicato, a categoria reprovou a contraproposta, diga-se de passagem, irrisória do ponto de vista da valorização dos profissionais do magistério. A contraproposta da Prefeitura não repõe nem mesmo o índice da inflação do ano passado, que é de 3,8%; muito menos o reajuste do Piso Nacional da Educação que é de 4,74%. Os fatores citados acima, são a base para o reajuste mínimo anual nos salários dos profissionais do magistério. A Assembleia aprovou ainda, uma contraproposta de 10%, e reencaminhou a Prefeitura, flexibilizando a proposta inicial, com o objetivo de sentar com o senhor prefeito para nova rodada de negociação.

Prefeito em campanha, promete investir os recursos em beneficio do povo, e os servidores públicos perguntam! Cadê a valorização do Servidor Público?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad

Pages