Vale adota protocolo de emergência preventivo em barragens de Nova Lima e Ouro Preto (MG) - REMOCIF

REMOCIF

POLITICA E ENTRETENIMENTO


Ultimas Noticias

Publicidade

Post Top Ad

quarta-feira, 10 de junho de 2020

Vale adota protocolo de emergência preventivo em barragens de Nova Lima e Ouro Preto (MG)

Foto: Ilustração 


A mineradora Vale informou, nesta terça-feira (9), que adotou protocolo de emergência nível 1 para duas barragens na Mina de Águas Claras, em Nova Lima (MG), e outra barragem na Mina da Fábrica, em Ouro Preto (MG).



Segundo a empresa, as medidas ocorrem de forma preventiva. As barragens estão inativas e o protocolo não requer a evacuação da população em local próximo. A mineradora diz que nas inspeções mais recentes não foram identificadas anomalias que possam comprometer a segurança.

 

Existem três níveis de emergência para barragens, sendo o 1º o mais brando. Ele é acionado quando se detectam irregularidades na conservação ou quando há comprometimento da segurança da estrutura das barragens, o que exige inspeções diárias.


A Vale afirma que a decisão de elevar o nível de emergência é uma medida preventiva até que sejam concluídas as análises técnicas das estruturas. O protocolo não impacta na produção da mineradora nesses locais.


Em maio, a Agência Nacional de Mineração deixou as regras de segurança de barragens mais rígidas. O órgão determinou a obrigação de acionamento automatizado de sirenes e de mecanismos de alerta, além de mudanças na classificação de risco e na elaboração de estudos de ruptura.


Ainda no começo da pandemia do novo coronavírus, a Agência reforçou que os responsáveis pelas barragens deveriam intensificar os monitoramentos remotos das estruturas e manter as fiscalizações presenciais, mesmo com as restrições impostas pelo combate ao vírus.

 

Na semana passada, a Vale suspendeu as atividades no complexo de Itabira, em Minas Gerais, após a decisão da justiça do trabalho que garantiu a interdição das minas até que sejam implementadas medidas para proteção contra a Covid-19.  O Ministério Público do Trabalho havia denunciado a empresa por não adotar medidas que evitassem a contaminação dos seus trabalhadores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad

Pages