Ano de eleição os prefeitos querem trabalhar o que enrolaram três anos, é ano de fazer bastante obras. Se não há obras não tem dinheiro para a campanha eleitoral. - REMOCIF

REMOCIF

POLITICA E ENTRETENIMENTO


Ultimas Noticias

Publicidade

Post Top Ad

domingo, 2 de agosto de 2020

Ano de eleição os prefeitos querem trabalhar o que enrolaram três anos, é ano de fazer bastante obras. Se não há obras não tem dinheiro para a campanha eleitoral.

"QUANTO MAIS OBRA MAIS ROUBO"

O GOVERNO FEDERAL E ÓRGÃOS CONTROLADORES TEM COMBATIDO ESSA PRÁTICA.


Eleições chegando! é o ano em que os prefeitos investem o dinheiro da prefeitura no município, sendo que nos três atrás os gestores afirma que estavam organizando a "casa" essa desculpa é para pagar os agiotas ??

 

‌Eleições é algo que custa muito caro para o município, inclusive para os atuais gestores que estão no poder, pois a rejeição faz com que o político gaste o dobro do dinheiro que gastou na campanha eleitoral passada. A rejeição e dívidas com agiotas, leva os atuais gestores em vender a alma pro DIABO para se manterem no poder. 

 

Infelizmente a sociedade ainda não aprendeu a votar, tão pouco analisar o melhor para o município.  Em algumas cidades a população está agonizando, não há saúde, educação, infraestrutura entre outras situações que são assistidas pela Constituição Federal.. 

 

A realidade nua e crua,  é "Quanto mais obra, mais roubo" esse esquema de bate e volta tem sido a morte súbita na gestão pública. Empresas tem faturado notas fiscais altíssimas para realizarem o esquema de bate volta, o prefeito paga o fornecedor (x)  e o empresário devolve a ponta (Propina) do prefeito. Essa prática tem sido rotineira no cenário político, inclusive em cidades pequenas que não há perspectiva de emprego, renda e etc. Pois a população passa a ser refém da prefeitura e são caladas por migalhas, Ministério público precisa ser provocado, no entanto não há um certo grau de conhecimento por parte da população. 

 

Mas, nesse período de pré campanha é que dar início ao ato de "Corrupção" pois entra em ação o " Corrupto" e o " Corruptor".

 

O país não suporta mais o coronelismo, tão pouco, esses esquemas fraudulentos de corrupção. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad

Pages