Mandetta é citado por empresário que admitiu pagar propina a Witzel - REMOCIF

REMOCIF

POLITICA E ENTRETENIMENTO


Ultimas Noticias

Publicidade

Post Top Ad

sábado, 16 de janeiro de 2021

Mandetta é citado por empresário que admitiu pagar propina a Witzel


O ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta foi citado pelo empresário Edson Torres em seu depoimento no processo de impeachment do governador afastado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC). O depoimento ocorreu nesta quarta-feira (13).

Torres já admitiu ter participado de um esquema que desviou dinheiro da Saúde no Governo do Rio de Janeiro envolvendo vários membros do alto escalão, entre eles, Wilson Witzel.

Segundo trecho do depoimento publicado pelo jornal Folha de São Paulo, o empresário teria afirmado que o ex-secretário de Saúde do Rio, Edmar Santos desistiu de punir a IABAS após participar de uma reunião entre o advogado da entidade, Roberto Bertholdo, e o ex-ministro Mandetta. A entidade foi contratada sem licitação pelo estado para construir e gerenciar hospitais de campanha para o combate à covid19 no Rio de Janeiro.

“No início de 2019, falávamos da incapacidade de gestão do Iabas no [Hospital] Adão Pereira Nunes, que seria necessário retirá-lo. Depois de 15 dias, Edmar voltou de uma reunião em Brasília com o [ex-]ministro Mandetta. Ele disse que lá, no gabinete do Mandetta, foi apresentado ao [Roberto] Bertholdo, e que pediu para poder fazer uma gestão para manter o Iabas”, disse Torres. Mandetta ainda não se manifestou sobre o suposto encontro.

Bertholdo é advogado do IABAS e apontado pelas investigações como o real dono da entidade. Ele foi preso na Operação Tris In Idem. Apesar da falta de detalhes, a informação aponta para um possível lobby de Mandetta em favor da instituição, a ser confirmado.

Com informações da Folha de São Paulo e Campo grande News.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad

Pages